Mensagens

16 cidades que quero visitar antes de morrer

Imagem
Olá, olá!
Hoje venho falar-vos de uma coisa que eu adoro fazer e só não o faço mais vezes porque, infelizmente, é um pouco dispendioso: viajar. Eu adoro conhecer sítios novos, pessoas e culturas novas e perceber que nós somos realmente umas formiguinhas no meio deste imenso mundo. Já tive a sorte de visitar alguns sítios lindos, como Londres, Dusseldorf e Neuss, na Alemanha, e Tenerife. Contudo, o nosso mundo é absolutamente enorme e riquíssimo de sítios bonitos e, portanto, hoje trago-vos a minha lista de dezasseis cidades que quero visitar antes de morrer (é de ressalvar que pretendo visitar estas e outras, mas eu selecionei apenas estas dezasseis para partilhar convosco).

1.Paris Eu sei que é cliché, mas quem é que não quer conhecer a cidade do amor? Toda a gente diz que é uma cidade lindíssima e eu quero comprovar com os meus próprios olhos. 2.Nova Iorque Outro cliché, eu sei, mas desde pequena que sempre me lembro de sonhar em visitar ou viver na “big apple” e não hei de morrer sem l…

Ele nunca me abandonará

Imagem
Na última semana de julho, parti rumo a uma pequena aldeia no interior do nosso país para lá ficar durante sete dias, sem telemóvel ou internet, apenas a criar laços e ligar-me mais ao meu lado espiritual. Fui para um campo de férias católico, do Secretariado da Pastoral Juvenil de Coimbra, que já tinha feito há dois anos e que me tinha dado vontade de entrar nos escuteiros, tendo agora um tema diferente e sendo também num sítio diferente. Assim sendo, fui a achar que já sabia mais ou menos como iria ser e que me iria divertir, mas não surpreender. Enganei-me redondamente. Saí de lá com vontade de ficar, com o coração cheio e com todas as minhas expetativas grandemente superadas.
À semelhança do que aconteceu há dois anos, conheci pessoas absolutamente incríveis e, desta vez, tive a oportunidade de reencontrar outras que já conhecia e que não via há imenso tempo. Fiz coisas espetaculares e aprendi imenso, enquanto pessoa. É nos momentos em que apenas temos o contacto com os outros, se…

Ele nunca me abandonará

Imagem
Na última semana de julho, parti rumo a uma pequena aldeia no interior do nosso país para lá ficar durante sete dias, sem telemóvel ou internet, apenas a criar laços e ligar-me mais ao meu lado espiritual. Fui para um campo de férias católico, do Secretariado da Pastoral Juvenil de Coimbra, que já tinha feito há dois anos e que me tinha dado vontade de entrar nos escuteiros, tendo agora um tema diferente e sendo também num sítio diferente. Assim sendo, fui a achar que já sabia mais ou menos como iria ser e que me iria divertir, mas não surpreender. Enganei-me redondamente. Saí de lá com vontade de ficar, com o coração cheio e com todas as minhas expetativas grandemente superadas.
À semelhança do que aconteceu há dois anos, conheci pessoas absolutamente incríveis e, desta vez, tive a oportunidade de reencontrar outras que já conhecia e que não via há imenso tempo. Fiz coisas espetaculares e aprendi imenso, enquanto pessoa. É nos momentos em que apenas temos o contacto com os outros, sem…

A vida não para

Imagem
Por vezes, sentimos que a nossa vida estagna e isto acontece quer tenhamos dezassete, trinta e sete ou cinquenta e sete anos. Simplesmente, há momentos em que parece que há um ponto da nossa vida em que tudo está parado exatamente no mesmo sítio e nada muda. Vemos todos os dias as mesmas pessoas, fazemos todos os dias as mesmas coisas, ouvimos as mesmas músicas, temos as mesmas conversas… Sempre a mesma rotina e o mesmo cansaço. Sempre aquela melancolia rotineira que nos deixa chateados e mal-humorados. E chegamos sempre à conclusão de que estamos fartos, mas não há muito que possamos fazer para mudar. É óbvio que continuamos a viver a nossa vida normal, a ter os nossos dias bons e os nossos dias maus, mas a sentirmo-nos, na generalidade, felizes. Apenas um pouco fartos daquela monotonia.
Acho que isto são coisas normais no decorrer da vida. Quando criamos rotinas, as coisas ficam um pouco mais “seca”, sobretudo quando não temos nada que realmente nos anime e nos dê vontade de nos leva…

Summer Decor | ACMA

Imagem
Olá, olá! Como estão?
Hoje trago-vos uma nova publicação no âmbito do projeto ACMA, mas este mês as coisas estão a funcionar de uma forma diferente. Há dois temas (quinzenais) e há uma maior liberdade da parte dos participantes quanto a decidirem se publicam e quando publicam, sendo uma espécie de desafio em que devemos dar largas à nossa criatividade e imaginação (como sempre, aliás). Assim, o tema desta primeira quinzena é comida, bebidas e decorações relacionadas com o Verão. Eu decidi, então, trazer-vos algumas decorações que lembram o verão e que vocês próprios podem fazer em casa. Parece-vos bem?




Para começar, trago-vos uma ideia bastante simples, mas que pode servir perfeitamente para decorar um local onde queiram fazer uma festa ou até mesmo para, simplesmente, decorarem a vossa casa ou o vosso quarto. Basta terem um frasquinho de vidro - daqueles em que vêm as compotas, por exemplo - e recolherem conchas, búzios e/ou pedrinhas na praia. Depois, basta colocarem esses elementos d…

Eutanásia - crime ou ato de amor?

Imagem
Decidi que hoje queria trazer um tema polémico ao blogue. Um tema que faz divergir tantas opiniões e que pode suscitar tantas dúvidas. A verdade é que até eu própria consigo ter opiniões diferentes acerca deste mesmo tema, porque é realmente controverso e mexe com muita coisa. O tema de hoje é eutanásia e a eterna pergunta: será um crime ou um ato de amor?



Talvez seja melhor começar por perceber o que é realmente a eutanásia, porque eu acho que muita gente anda equivocada acerca disso e fala sem saber do que se trata, o que é motivo de discussão e acentua ainda mais a polémica existente.
Eutanásia é, segundo a Wikipédia, uma prática pela qual se põe termo ao sofrimento e, consequentemente, à vida de uma pessoa doente de forma controlada (e sem dor) e assistida por um especialista. O suicídio assistido é também uma forma de eutanásia, mas a morte é provocada pelo próprio doente, ainda que com ajuda de um profissional.
Ora bem, em muitos países esta é ainda uma prática ilegal, nomeadamen…

Filmes do mês | Julho

Imagem
Olá, dreamers. 
Depois de uma semana em que estive ausente (a viver uma experiência de que vos falarei em breve), chego aqui para começar agosto em grande com um novo post. Julho foi mês de ver alguns filmes, porque entrei de férias, oficialmente, e hoje trago-vos aqui três filmes que vi e que gostei muito. Espero que gostem do post!


- The Intouchables ou Amigos Improváveis 
Sinopse: "Philippe (François Cluzet) é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático que não tem a menor experiência a cuidar de pessoas no seu estado. Aos poucos ele aprende a função, apesar das diversas gafes que comete. Philippe, por sua vez, afeiçoa-se cada vez mais a Driss por ele não o tratar como um pobre coitado. Aos poucos, estabelece-se uma amizade entre eles, com cada um conhecendo melhor o mundo do outro." (adaptado)
Na minha opinião, este é um filme absolutamente fantástico que tem a…