Mensagens

Dia 18: 4 das tuas comidas favoritas

Imagem
Alô, alô! Como estão, dreamers?
Hoje o post fala de uma coisa que toda a gente adora: comida! Eu confesso que não sou uma pessoa esquisita e que gosto de quase tudo, mas como é óbvio tenho os meus pratos de eleição e que sabem sempre muito bem. O objetivo inicial do post eram serem dez comidas enunciadas, mas daquelas que eu adoro mesmo só me lembrei de quatro, portanto, serão essas as que irei partilhar convosco. Querem descobrir quais são?

- Provavelmente, aquela que eu considero a minha comida favorita é bacalhau com natas. Adoro mesmo!!! 
- Outra comida que também adoro é empadão de carne (especialmente o da minha avó).
- Outra comida super simples, daquelas que qualquer pessoa pode fazer, mas que eu adoro e que me sabe sempre super bem é massa com atum. Que bom!
- Uma daquelas comidas típicas de restaurante mas que eu gosto imenso também é carne de porco à Alentejana. 
Pronto, e foi isto. Talvez não tenha sido o post mais interessante, mas acho que vos ajudou a conhecerem-me um …

Dia 17: alguma coisa de que estejas orgulhosa

Imagem
Assim que li qual o tópico do desafio destinado ao dia de hoje, houve logo uma resposta que me veio à cabeça: o meu grupo de dança.
Como alguns de vocês sabem, porque já falei disso aqui no blogue, eu danço hip hop num grupo amador há imensos anos (dez, para ser mais precisa) e esse grupo é uma família para mim. Apesar de já terem saído muitas pessoas e de já terem entrado outras tantas, somos uma grande família que tem uma enorme paixão em comum e que deseja sempre trabalhar para ser melhor.

Até há três anos atrás (se não estou em erro) éramos meramente um grupo de demonstração. Contudo, chegou a um momento em que achámos que estávamos prontas para começar a competir. Tínhamos noção de que não éramos espetaculares, de que havia bastantes diferenças entre nós e que havia grupos com muito mais qualidade, mas, ainda assim, avançámos com a nossa ideia. Se os primeiros dois anos foram espetaculares? Não. Não correu mal, mas também não correu bem. Para principiantes, estava minimamente a…

Dia 16: algo sobre o qual tu penses sempre em “e se?”

Imagem
créditos
Eu confesso que consigo ser uma pessoa muito complicada e bastante insegura no que toca às decisões que tomo, pelo que sou sempre super ponderada e demoro bastante tempo até dar uma resposta final ao que quer que seja: seja um convite para um jantar, seja uma resposta num teste sobre a qual tenho dúvidas, seja sobre uma decisão importante acerca da minha vida pessoal… Penso sempre bastante – por vezes, até demais.
Então, se há algo que eu questiono sempre e em que coloco mil e um “e se’s?” é nas decisões que tomei no passado. Quando não estamos bem resolvidos com algum momento do nosso passado é muito fácil pormo-nos a pensar sobre isso e colocar dúvidas em todas as decisões que tomámos. Pomo-nos a pensar em como tudo poderia ser diferente se tivéssemos feito a coisa y em vez da coisa x, pomo-nos a pensar como se calhar tudo teria corrido melhor. E nestas dúvidas todas acerca do passado, acabamos por perder o presente e não o resolvermos da melhor maneira, começando só a acum…

Dia 15: o teu signo do zodíaco encaixa-se com a tua personalidade?

Imagem
Como prometido, aqui está o post de hoje e o segundo do dia!

Normalmente, eu não sou uma pessoa muito ligada a essas coisas dos signos e aos significados e tudo mais. Nem é tanto uma questão de não acreditar, é só uma questão de ligar. E tanto é assim que eu nem sabia quais as caraterísticas do meu signo, vejam bem!, tive de ir procurar para fazer esta publicação. Mas vamos a isto!

O meu signo, Touro (de 20 de abril a 20 de maio), tem, entre as suas caraterísticas positivas, a generosidade, o ser confiável, o ser realista, a paciência, a independência financeira e emocional e a persistência. 
De entre estas caraterísticas, há algumas com as quais não concordo e outras com as quais me identifico. Acho, sinceramente e sem falsas modéstias, que sou uma pessoa generosa, porque acredito mesmo naquela velha máxima de que temos de ser uns para os outros e porque acho que saber partilhar é algo realmente importante. Acho também que sou alguém em quem se pode confiar e que sou uma boa amiga, e…

Dia 14: o que vestiste hoje

Imagem
Olá, olá!

Sim, eu sei, mais uma vez estou atrasada nas publicações, mas este fim de semana tem sido de doidos, não tenho tido tempo para nada e os posts acabaram por se atrasar. Contudo, o de hoje, dia 15, ainda vai sair a tempo - provavelmente logo à noite.
Ontem, foi um dia atarefado em atividades escutistas, por isso o meu outfit do dia foi simples: a farda que tanto me orgulho de usar. À noite ainda tive o jantar de aniversário do meu primo, mas acabei por não fotografar (peço desculpa), por isso deixo-vos apenas uma foto do meu dia de ontem.

{Para encontrarem as informações sobre este desafio e o primeiro post basta clicarem aqui. Ah, e já sabem que para irem acompanhando as novidades todas basta seguirem o Instagram do blogue.}


Dia 13: o que pensas do teu corpo

Imagem
Amar-me nem sempre é fácil e linear. Tem dias que é algo totalmente natural, como me levantar todos os dias da cama, mas tem outros em que é quase doloroso tentar gostar de mim. Há dias em que é muito fácil acordar, olhar-me ao espelho e apontar todos os erros e todas as coisas que detesto em mim. Tenho tentado mudar isso e controlar os dias maus, para que os bons sejam mais frequentes e mais valiosos.
Há coisas que adoro no meu corpo e há outras que nem tanto, mas começo a perceber que isso é normal. Não somos perfeitos e temos a consciência disso, daí não gostarmos de tudo em nós. É importante termos consciência dos nossos defeitos e imperfeições, pois só assim poderemos começar a aceitarmo-nos tal com somos. Eu já comecei a percorrer esse caminho há algum tempo: já me mentalizei que mudar está apenas nas minhas mãos e que aceitar-me como sou é fundamental.

Ainda que nem todos os dias sejam perfeitos, eu sei que há muita coisa em mim que não é perfeita, que tenho os meus defeitos …

Dia 12: a melhor viagem da tua vida até agora

Imagem
Eu sou uma daquelas pessoas que, apesar de ainda ser pouco viajada, adora viajar e tudo o que isso implica: conhecer novas paisagens, novas linguagens, novas culturas… Tudo isso me fascina. Acho que viajar é uma das melhores formas de alargarmos a nossa cultura e o nosso conhecimento acerca do gigante mundo que nos rodeia e que nós mal conhecemos. Assim sendo, se eu pudesse, todos os anos eu viajaria para sítios diferentes, se possível mais que uma vez por ano, para absorver o máximo que pudesse de todas essas culturas espalhadas por esse mundo fora.
Apesar de já conhecer algumas cidades europeias (ainda que poucas), posso eleger como a viagem da minha vida até agora, aquela que fiz há quase três anos a Londres. Para mim, a justificação de ela estar assim classificada para mim é muito simples: foi feita com alguns dos meus melhores amigos, no meu nono ano (um dos melhores que recordo até à data) e como “viagem de finalistas” a uma cidade que eu admiro e pela qual me apaixonei ainda …