24 abril 2017

"13 Reasons Why" - 13 lições que a série nos ensina

13 Reasons Why ou, em português, Por Treze Razões, é uma série americana promovida pela Netflix e baseada no romance com o mesmo nome do autor Jay Asher, que estreou no dia 31 de março de 2017. Esta série começa no momento em que Clay Jensen descobre à porta de sua casa uma caixa com sete cassetes gravadas por Hannah Baker, uma colega sua que cometeu suicídio. Nessas fitas, Hannah indica treze pessoas responsáveis pela sua morte e explica como o foram, apresentando então treze razões para o seu suicídio. Todo este “jogo” tem regras que Hannah explica na primeira cassete e que não devem ser quebradas.

série

Esta é a série que descobri recentemente e que me apaixonou de imediato. Comecei a vê-la poucos dias depois da sua estreia, pelo que ainda muito pouca gente falava sobre ela e, como tal, não tinha grandes expetativas. Comecei a vê-la porque ia entrar de férias e a sinopse pareceu-me interessante. O que eu não esperava é que, quando comecei a vê-la, acabasse presa a ela de uma forma bastante… Peculiar. Esta série agarra as nossas emoções de uma forma inexplicável e faz-nos refletir sobre o mundo que nos rodeia, tratando temas bastante fortes como o suicídio, bullying, violações, entre outros.

Assim, tendo eu acabado enrolada nesta teia de confissões tão tristes que Hannah Baker (e, de outra perspetiva, Clay) faz, vou enumerar treze lições que aprendi com esta série e, consequentemente, treze razões pelas quais toda a gente deve ver esta série – e com toda a gente não digo só adolescentes, digo também pais, para que estes se possam tornar mais atentos às vidas dos seus filhos.

série

1ªlição: Os temas abordados nesta série são bastante atuais e toda a gente os conhece, contudo continuam a passar-nos ao lado.

2ªlição: Nós nunca sabemos o que se passa na vida dos outros e, como tal, não devemos julgar.

3ªlição: Nós temos de realmente admitir aquilo que sentimos antes que possa ser tarde demais. Se amamos alguém, então o melhor é dizermos; nunca sabemos quando é que isso não pode ser a salvação de alguém.

4ªlição: Devemos parar e pensar na nossa vida, olhar para aqueles que nos rodeiam e estar mais atentos a pequenos sinais que, aparentemente, não são nada, mas que podem significar muito.

5ªlição: Todas as nossas ações têm consequências e nem sempre são boas. Devemos pensar sempre duas vezes antes de fazer o que quer que seja.

6ªlição: Os nossos erros podem custar a vida de alguém, contudo temos de ser suficientemente maturos para os assumir e arcar com o que isso implica.

7ªlição: Ser adolescente não é fácil, ninguém nos prepara para as crueldades da vida escolar, mas o suicídio não é uma solução. Temos de aprender a enfrentar os nossos problemas, a pedir ajuda para os resolver se não formos capazes de o fazer sozinhos e seguir em frente.

8ªlição: As pessoas podem ser realmente más e é possível destruir completamente alguém apenas com palavras.

9ºlição: Quando há muita coisa a acontecer na nossa vida e nós não estamos emocionalmente estáveis, todas as pequenas coisas importam e têm influência em nós.

10ªlição (esta é uma lição que toda a gente já devia ter aprendido, mas…): Violação é crime e não é culpa da vítima. Ninguém deve ser forçado a fazer algo que não quer com alguém que não quer.

11ªlição: Sejam simpáticos e sinceros. Não espalhem ou acreditem em boatos. Pode salvar uma vida.

12ªlição: Quando não se sentirem bem, seja com o que for; quando se sentirem sozinhos, procurem ajuda. Há sempre alguém disposto a ouvir-vos e ajudar-vos. Se, por outro lado, virem alguém que não está bem, falem, ajudem-na; isso pode salvar-lhe a vida.

13ªlição: Há um futuro à tua frente. Por mais que a vida te pareça complicada agora e que estejas a passar por coisas horríveis, tens toda uma vida pela frente e as coisas vão melhorar. Nunca deixes de acreditar; há sempre esperança para nós.
 
And just know that there’s life beyond what you’re feeling at the moment. I promise it will get better. There is an entire future of incredible things waiting for you. And if you go, you don’t get to-- You don’t get to see it. (Katherine Langford, a atriz que representou o papel de Hannah Baker)
 
Aconselho todos os que ainda não viram a série a fazê-lo, porque realmente vale a pena. Espero ter-vos deixado curiosos e, quem sabe, ter-vos ensinado algo.
 

19 abril 2017

ACMA - 5 contas de Instagram que devias conhecer

Olá!

Aqui estou eu para a segunda participação destes dois meses no ACMA. Já sabem que se quiserem alguma informação acerca do projeto podem perguntar-me ou falar com criadora deste projeto, a Ju, do blogue Cor Sem Fim. O tema destes dois meses é hobbies, como vos disse no outro post, e eu resolvi recolher cinco contas de Instagram de pessoas cujo hobbie é a fotografia e que têm tanto talento que como que nos conseguem puxar para dentro da fotografia (não sei se me consegui expressar bem, mas acho que vocês percebem). Espero que gostem!

Instagram


·         - @martanferreira 

Instagram
Sou uma grande fã de feeds simples e fiquei rendida aos tons neutros destas fotografias.
 
@_diogooliveira_ 

Instagram
Esta é uma daquelas contas que nos prova que, por vezes, o mais simples é mesmo o mais bonito.
 
·         - @suissas 

Instagram
Por vezes, tudo o que é preciso para uma boa foto é apenas um pouco de imaginação e criatividade.
 
·         - @girleatworld 

Instagram
Esta é, provavelmente, uma das minhas contas favoritas do Instagram: é super criativa e junta duas coisas que adoro – comida e viagens.
 
·         - @joselourenco 

Instagram
Muita cor e organização são duas das palavras que melhor definem esta conta e eu estou apaixonadíssima por estas fotos!

E pronto, foi este o post deste mês. Já conheciam alguma destas contas? Qual a que mais gostaram?

Já sabem que neste projeto não abordamos temas relacionados com moda ou beleza, mas se quiserem fazer parte dele basta falarem com a Ju, pelo e-mail do projeto - acma.cultura@gmail.com - ou pela página de Facebook. Para saberem quais os outros participantes deste projeto, passem ainda por este blogue onde se encontram  os logos de todos os blogues que participam durante este mês.

Espero que tenham gostado! 
Beijinhos, 
Dreamcatcher

14 abril 2017

Como acalmar os sintomas das alergias?

A primavera é aquela altura muito bonita em que as árvores começam a florir, tudo é muito mais colorido e toda a gente parece começar a esquecer todo o drama que o inverno nos impõe. Contudo, a primavera é também uma altura menos querida para aqueles que, como eu, sofrem de alergias. É nesta altura que andam imenso pólen pelo ar, em que há mudanças bruscas na temperatura e em que nós é que sofremos com comichões desenfreadas e crises de rinite e sinusite.

Como sei muito bem o que é sofrer destas coisas chatas numa altura tão bonita, hoje trago-vos algumas dicas de como atenuar os sintomas das alergias. Espero ajudar aqueles que, como eu, passam por esta coisa tramada chamada alergias.

alergias

®     Lavem o rosto com água ou soro fisiológico várias vezes por dia, bem como as mãos, para evitarem que poeiras ou pólen se acumule no vosso rosto/corpo e vos agrave as comichões, espirros ou quaisquer outros sintomas irritantes.
 
®     Evitem utilizar tecidos que acumulem demasiado pó, como é o caso de materiais sintéticos, e dêem preferência a tecidos como o algodão.
 
®     Mantenham-se hidratados, visto que é uma boa forma de evitarmos ataques de tosse que parecem nunca mais terminar e acaba por nos manter “limpos” por dentro.
 
®     Consumam produtos com vitamina C, pois está provado que a vitamina C contém um anti-histamínico natural que acalma as alergias.
 
®     Se a vossa alergia (como a minha) afeta especialmente a vossa pele, mantenham a pele bastante hidratada, para atenuar a comichão e impedir a formação de feridas.
 
Pronto, e eu considero que estas serão as dicas mais importantes. Conhecem outras dicas para ajudar a atenuar os sintomas das alergias? Se sim, partilhem comigo.

Espero que tenham gostado desta publicação.

Beijinhos e boa Páscoa,
Dreamcatcher [sigam o IG do blogue]

09 abril 2017

Sangue, suor e lágrimas - divagações de domingo

Dá tudo de ti. Mesmo quando achares que não vale a pena, que todo o esforço é em vão e que tudo vai correr mal. Dá o teu melhor. Leva (quase) à letra o velho ditado: sangue, suor e lágrimas. Porque, por vezes, é preciso darmos até as nossas entranhas; é preciso suarmos com o nosso trabalho árduo; e é preciso chorar as nossas derrotas. Independentemente de tudo isso, nenhum esforço é inglório e acabaremos sempre por ser recompensados.

Por isso, dá tudo de ti.

Sangue, suor e lágrimas.

Dá o corpo ao manifesto.

Make yourself proud.

Mais tarde ou mais cedo, terás o prémio merecido. 

04 abril 2017

Músicas de Março

Olá, dreamers!

O mês de março terminou há uns dias e, então, eu decidi trazer-vos algumas das músicas que mais ouvi durante este mês e que mais tenho gostado. Espero que gostem! 

- It Ain't Me, Selena Gomez & Kygo


- Something Just Like This, The Chainsmokers & Coldplay


 - That's What I Like, Bruno Mars


- Amar Pelos Dois, Salvador Sobral


- Manto de Água, Agir feat. Ana Moura


Por fim, e porque não consegui escolher só uma música...

E, por hoje, é só isto. Conheciam todas estas músicas? Quais as vossas músicas favoritas do momento? E quanto ao álbum do Ed Sheeran, qual a vossa opinião? Aguardo respostas nos comentários! :) 

Beijinhos, 
Dreamcatcher [visitem o IG do blogue]